Coordenação

Profa. Dra Leila da Costa Ferreira

Professora Titular de sociologia do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da

UNICAMP. Membro do Conselho Superior do NEPAM-UNICAMP. Representante da

UNICAMP WUN Global Challenges- Adapting to climate change. É membro da

International Sociological Association (ISA). É membro do Associate Faculty do Earth

System Governance Project (IHDP). Foi Professora Visitante da Universidade do

Texas/ UT no ano de 1998 e Professora visitante no Programa Top China na

Universidade Jiao Tong em Shanghai, China (Curso de Verão, julho a agosto de 2009).

Durante sua carreira, recebeu mais de 30 financiamentos de pesquisa das principais

agências de fomento à pesquisa no Brasil (FAPESP, FINEP, CNPQ e FAEPEX-

UNICAMP) e vários financiamentos internacionais.

Pesquisadores Atuais

Ana Paula Soares

Doutoranda em Ambiente e Sociedade pelo NEPAM/UNICAMP. Mestre em Divulgação Científica e Cultural no Labjor/IEL/UNICAMP (2015). Jornalista pela Universidade Metodista de São Paulo (1986), com especialização em Jornalismo Científico pelo Labjor/UNICAMP (2011). Atuou de 2004 a 2010 no setor de Gestão de Comunicação Institucional do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). De 2010 a 2014 foi responsável pelas atividades de difusão do conhecimento e popularização da ciência da Rede Clima e do INCT para Mudanças Climáticas. 

Sua pesquisa atual,  Segurança Socioambiental no Brasil: governança e iniciativas de coprodução na construção do Plano Nacional de Adaptação à Mudança do Clima, visa contribuir para melhor entendimento da governança da Segurança Socioambiental no Brasil.

Edson Pereira de Souza Leão Neto

Doutorando em Ambiente e Sociedade (NEPAM/UNICAMP). Mestre em Ciências pela Universidade de São Paulo (USP), no Programa Interunidades em Ecologia Aplicada na Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (2017). Possui graduação em Relações Internacionais (2012) e Economia (2013), ambas pela Faculdades de Campinas (FACAMP). Interesse pelas áreas de Ecologia Política, Sociologia Ambiental e a crítica radical da industrialização. Possui experiência nas Nações Unidas, Comissão Econômica para América Latina e o Caribe (CEPAL), 2010 e 2012, na Divisão de Desenvolvimento Social, atuação na área de realidade juvenil Latino-americana. Nos últimos três anos tem concentrado sua pesquisa na ecologia política, especificamente nas áreas: crítica radical da sociedade industrial, natureza, sociedade e anarquismo. 

Fabiana Barbi

Pesquisadora Pós-doc no Núcleo de Estudos e Pesquisas Ambientais (NEPAM), na Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Sua pesquisa atual refere-se às políticas de mudanças climáticas no Brasil e na China, focando as estratégias de mitigação nos níveis nacional e local. 

Possui doutorado em Ambiente e Sociedade (UNICAMP, 2013), mestrado em Sociologia (UNICAMP, 2002), bacharelado em Ciências Sociais e Sociologia (UNICAMP, 2002). Foi pesquisadora visitante na Universidade de São Francisco (2016),no Instituto de Estudos Avançados em Ciências Sociais, da Universidade de Fudan, Shanghai, China (2012) e na Faculdade de Estudos Ambientais, Universidade de York, Toronto, Canadá (2005).

Felipe Bertoluci

Possui graduação em Ciências Sociais (Bacharelado e Licenciatura) no Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH) da Unicamp. Atualmente é aluno regular do curso de Mestrado no Programa de Pós-Graduação em Sociologia na mesma universidade (Unicamp), onde desenvolve pesquisa na temática ambiental, práticas de sustentabilidade, consumo sustentável e mudanças climáticas, sob orientação da profª Drª Leila da Costa Ferreira. Projeto de pesquisa atual: “O consumo sustentável como alternativa(s) de enfrentamento à crise ambiental - proposta de um estudo exploratório.”

Giverage Amaral

Doutorando em Ambiente e Sociedade pela Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP/ Núcleo de Estudos e Pesquisas Ambientais (2014-2018). Mestre em Sociologia pela Universidade Federal Fluminense (2012-2014). Graduação em Sociologia pela Universidade Eduardo Mondlane (2007-2011). 

Experiência Profissional na área de Desenvolvimento Comunitário,  Intervenção Social, Meio Ambiente e Estudos de mercado; Com enfoque em actividades de gestão de projetos e pesquisa social, tendo, por tal, participado de diferentes programas e organizações nacionais e internacionais.

Acentuado interesse na temática sobre a Mudança ambiental Global, Sociologia Ambiental e Relações Internacionais. 

Izidro Justino Muhale
Izidro Justino Muhale

Possui Doutorado em Ambiente e Sociedade pela Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP/ Núcleo de Estudos e Pesquisas Ambientais (2014-2018). Possui mestrado em Sociologia Rural e Gestão de Desenvolvimento pela Universidade Eduardo Mondlane (2012). Tem experiência na área de Sociologia, com ênfase em Sociologia Rural.

Possui Doutorado em Ambiente e Sociedade pela Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP/ Núcleo de Estudos e Pesquisas Ambientais (2014-2018). Possui mestrado em Sociologia Rural e Gestão de Desenvolvimento pela Universidade Eduardo Mondlane (2012). Tem experiência na área de Sociologia, com ênfase em Sociologia Rural.

Jaquelini Nichi

Doutoranda em Meio Ambiente e Sociedade no Núcleo de Pesquisa em Ambiente e Sociedade (NEPAM) da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), com Mestrado em

Sustentabilidade pela Universidade de São Paulo no Programa de Pós-Graduação da Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH-USP). Pesquisadora do LABGEC – Laboratory of Social Dimensions of the Global Environmental Changes in the Global South com pesquisa focada no uso de tecnologias para adaptação às mudanças climáticas em mobilidade urbana. Bacharel em Comunicação Social e Sociologia. Áreas de estudo: desenvolvimento e cidades sustentáveis; governança socioambiental e política; desigualdade e meio ambiente; sociologia ambiental.

Jefferson dos Santos Estevo

Doutorando em Ciências Sociais pela Universidade de Campinas (2016). Área temática Cooperação Brasil e China. Pesquisa na área de negociações climáticas, política externa brasileira e chinesa. Bolsista CAPES de pesquisa.

Mestre em Relações Internacionais pela UNESP, Programa "San Tiago Dantas" (UNESP, UNICAMP e PUC-SP), 2012. Dissertação na análise da Política Externa Brasileira nas Negociações Climáticas durante os governos Lula da Silva. Bolsista Fapesp nível Mestrado.

Graduação em Relações Internacionais pela Universidade Anhembi Morumbi (2007), com ênfase em Negociações Internacionais. Trabalho de Conclusão de Curso, na área de Política Externa e Mecanismo de Desenvolvimento Limpo, análise de Brasil e Índia.

Área de pesquisa em Política Externa Brasileira, Análise de Política Externa, Mudanças Climáticas, Negociações Internacionais, Ciência Política, Política Externa Chinesa, Cooperação Internacional e Sociologia Ambiental. 

Lisandra Zago

Doutora em Sociologia pela Universidade Estadual de Campinas (IFCH/UNICAMP), Mestre em História pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) e graduada em Filosofia pela Universidade Católica Dom Bosco (UCDB). Atualmente desenvolve pesquisas sobre o seu tema de doutoramento “Estratégias político-econômicas e as consequências socioambientais na China no período de Mao Zedong a Deng Xiaoping”.

Luis Fernando de Freitas Penteado

Bacharel em Direito pela PUC-SP (2002), Mestre em Direito pela PUC-SP (2007), Frequentou MBA de Gestão Empresarial em Negócios pela FIA-USP (2008), Curso de Gestão Ambiental – ISO 14.001 pela Vanzolini-USP (2007). Curso de Gerenciamento de Áreas Contaminadas pela CETESB (2013). Doutorando no NEPAM/UNICAMP (2018). Atuação junto ao Escritório Dinamarco, Rossi, Beraldo & Bedaque (1999-2004 /http://www.dinamarco.com.br/). Professor da Pós-Graduação em Direito Ambiental e da Sustentabilidade da PUC-SP/COGEAE desde 2007. Coordenador do Curso de Extensão do SENAC de Gestão Integrada (2011). Professor Convidado do Curso de Ecologia da UNICAMP desde 2012. Assessor Jurídico da Fundação da Agência da Bacia Hidrográfica do Alto Tietê – FABHAT (2009-2012). Assessor de Gabinete do Secretário de Meio Ambiente do Município de Ferraz de Vasconcelos em 2015. Membro do Conselho Estadual de São Paulo de Segurança Alimentar e Nutricional. Presidente do Instituto Cidadania Ambiental. Advogado do Escritório Freitas Penteado Advocacia Ambiental desde 2006).

Mariana Delgado Barbieri

Doutoranda em Ambiente e Sociedade no Núcleo de Estudos e Pesquisas Ambientais (NEPAM), na Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Sua pesquisa atual refere-se à problemática da sociedade civil chinesa e a questão ambiental. A tese entitula-se Estado, Sociedade Civil e Questão Ambiental na China Contemporânea. 

Possui mestrado em Sociologia (UNICAMP, 2009), bacharelado em Sociologia (UNICAMP, 2006) e licenciatura em Ciências Sociais (UNICAMP, 2006). 

Atuou no ensino de Sociologia por 6 anos e possui especialização em Docência no Ensino Superior (SENAC, 2014). Dedica-se à pesquisas sobre a China desde 2004.

Marília Giesbrecht

Marilia Giesbrecht é doutora pelo doutorado em Ambiente e Sociedade da Unicamp (2014) e mestre em Sociologia, pela mesma universidade (2005). Em sua dissertação, trabalhou  com o tema da interdisciplinaridade no campo ambiental a partir da sociologia do conhecimento e sociologia ambiental. A tese de doutorado tratou sobre o programa de biodiesel no Brasil e o tema da sustentabilidade. Pesquisa, atualmente, temas relacionados à ciência ambiental e as ciências sociais voltadas ao entendimento das mudanças ambientais globais, especialmente as mudanças climáticas. 

Niklas Werner Weins
WEINS_Bewerbungsfoto_klein.png

Doutorando em Ambiente e Sociedade (NEPAM), MA em Tecnologia e Sociedade (PPGTE) pela UTFPR, BA em Economia e Política da Ásia Oriental pela Ruhr-Universität Bochum, Alemanha (2015) com estadias de pesquisa na Universidade Tongji, Xangai, China e UAM, Cidade do México. Focos de pesquisa: arranjos institucionais, Pagamento por Serviços de Ambientais (PSA), desigualdade, economia institucional, políticas ambientais e sociais na China e na América Latina.

Si Liu

Possui graduação em Língua e Cultura Portuguesa pela Beijing Foreign Studies University(2012) e graduação em Diplomacia pela Beijing Foreign Studies University(2012), com período sanduíche em Universidade de Coimbra(2011). Tem experiência na área de Ciência Política. Trabalha na Chinese Academy of Sciences, com pesquisas sobre as políticas de ciência, tecnologia e inovação do Brasil. Recentemente faz doutorado no IFCH/Unicamp com a orientadora Dra. Leila da Costa Ferreira do NEPAM/Unicamp, concentrando-se em pesquisa sobre a poluição atmosférica, a percepção de risco e o comportamento pro ambiental nas megacidades.

Vagner Charles

Doutorando em Ambiente e Sociedade no Núcleo de Estudos e Pesquisas Ambientais (NEPAM), na Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Sua pesquisa atual refere-se às percepções locais das mudanças climáticas e suas consequuências socioambientais no Haiti. Possui mestrado em Educação (UNICAMP, 2015), bacharelado em Educação (Matemática), pela Universidade Quisqueya (Haiti, 2010).

Pesquisadores Anteriores

Alberto Matenhauer Urbinatti

Doutorando em Saúde Pública na Faculdade de Saúde Pública da Universidade de

São Paulo (FSP/USP), sob orientação do Prof. Leandro Giatti. Tem estudado

governança e políticas públicas em cidades, com enfoque em mudanças climáticas e

nexo urbano entre água, energia e alimentos. Atualmente é bolsista da Fundação de

Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP), por meio do projeto

“Resiliência e nexo de sustentabilidade em contextos metropolitanos: sinergias

intersetoriais a partir de políticas públicas” (Processo: 2016/25375-5), a qual está

associada ao projeto temático ResNexus (Processo Fapesp 2015/50132-6). É Mestre

em Sociologia pelo IFCH/Unicamp também com bolsa da FAPESP. Estudou temas

como riscos, impactos e políticas associados às mudanças climáticas em

megacidades no Brasil e na China. Graduado em Ciências Sociais, com ênfase em

Sociologia, pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), tendo sido bolsista

de Iniciação Científica do CNPq de 2009 a 2010 e da FAPESP de 2010 a 2011.

Estevão Bosco

Estevão Bosco é sociólogo, mestre e doutor pela Universidade Estadual de Campinas

(UNICAMP), com período de pesquisa na Freie Universität Berlin (FU). Foi pesquisador-

colaborador do Departamento de Sociologia da UNICAMP, atualmente é pós-doutorando

junto ao Departamento de Geografia da Universidade de São Paulo (USP). Seu trabalho está situado na teoria social crítica e circula na interface entre filosofia – especificamente,

pragmática formal, hermenêutica filosófica e fenomenologia social – e sociologia, com

interesse especial pelos seguintes temas: fundamentos filosóficos das ciências sociais,

cosmopolitismo, mundialização/globalização, pós-colonialidade e Antropoceno. Em sua tese de doutorado, intitulada “Por uma teoria social cosmopolita”, reconstruiu a resignificação sociológica da ideia filosófica de cosmopolitismo e seu uso teórico, metodológico e político-normativo. É autor do livro “Sociedade de risco: introdução à sociologia cosmopolita de Ulrich Beck” (2016, Annablume & Fapesp), de artigos em periódicos e de capítulos em coletâneas. É membro do Grupo de Pesquisa em Geografia Política e Meio Ambiente (GEOPO, FFLCH/USP) e do Núcleo de Pesquisa em Filosofia das Ciências Sociais (SOCIOFILO, IESP/UERJ)

Luiz Henrique Vieira de Souza

Luiz Enrique Vieira de Souza é professor do departamento de sociologia da

Universidade Federal da Bahia (UFBA). Possui graduação em ciências sociais (2006)

e doutorado em sociologia pela Universidade de São Paulo (2012). Foi bolsista

DAAD na Technische Universität Berlin (2011), onde investigou temas relacionados

à sociologia clássica e à história da Alemanha. Desenvolveu pesquisa de pós-

doutorado em sociologia ambiental na Universidade de Campinas e, com o apoio da

FAPESP, realizou um estágio de pesquisa na Beijing Jiaotong University sobre as

políticas energéticas do governo chinês (2015).

Marcelo Fetz de Almeida

Doutor em Sociologia pela Universidade Estadual de Campinas (2012), com passagem pela The University of Mississippi, e Pós Doutor pelo Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH) da Universidade Estadual de Campinas (2013); Pós Doutor pela Science, Technology and Innovation Studies (SSTIS) da University of Edinburgh (2014), com Steven Yearley. Professor do Departamento de Ciências Sociais do Centro de Ciências Humanas e Naturais (CCHN) da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes). Interesso-me por temas nas áreas de sociologia do conhecimento científico, história da ciência (ciência romântica), teoria sociológica, epistemologia e metodologia das ciências sociais. Atualmente realizo estudo sobre a formação da Science Studies Unit (SSU) no ano de 1966 na The University of Edinburgh, buscando compreender o papel exercido por Conrad C. Waddington (1905-1975) na institucionalização da sociologia do conhecimento científico no contexto britânico dentro daquilo que denomino por momento de reformulação dos critérios de demarcação científica (de uma demarcação racional para uma demarcação social do conhecimento científico)